27 de junho de 2010

O BLOG “CRITICANDO A MÍDIA” FAZ APELO AO BRASIL INTEIRO QUE DOEM SANGUE PARA AJUDAR OS ALAGOANOS VÍTIMAS DAS ENCHENTES

*O BLOG “CRITICANDO A MÍDIA” FAZ UM APELO SINCERO À QUEM LER ESTÁ MATÉRIA:


               Este blog tem a função de fazer uma leitura da mídia apontando seus erros, falhas, deficiências, elogiando raras vezes sua postura e desempenho. Porém hoje abrimos nossa página falando em solidariedade, um sentimento natural latente no povo brasileiro, que em horas difíceis o revela de forma séria, objetiva e eficaz. Alagoas, o estado que esbanja beleza em seu verde do mar e coqueiros, está cinza pela dor da tragédia vivida em função das fortes chuvas que caíram no estado, devastando cidades e produzindo desabrigados, desaparecidos, mortos e agora vive mais um drama: os hospitais locais estão sem estoque de sangue, o que pode adiar cirurgias e impedir que pessoas internadas com doenças específicas sejam atendidas. Dificultar o atendimento de emergência às pessoas que vierem sofrer acidentes ou à algum sobrevivente que fora encontrado em estado grave.
               Viemos através deste espaço de conteúdo polêmico pedir à quem têm condições de doar sangue, que dirija-se ao Hemocentro local e pratique este ao de amor ao próximo. Doar sangue não dói, é gratuito, contribui para sua saúde física e psicológica (você faz exames pré-doação gratuitamente e psicologicamente sente-se bem por ter ajudado à alguém que precisa de vida, sangue é vida!). Para auxiliar a você a dar este passo importante, deixamos aqui um pequeno esclarecimento:

PARA DOAR SANGUE É NECESSÁRIO:

- Estar em boas condições de saúde.

- Apresentar documento de identidade original ou fotocópia autenticada ou documento equivalente com foto e filiação.

- Ter entre 18 e 65 anos.

- Ter o peso mínimo de 50 Kg.

- Ter descansado no mínimo 6 horas nas últimas 24 horas.

- Não estar gripado ou com febre.

- Não estar grávida ou amamentando.

- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 6 horas.

NÃO PODERÁ DOAR SANGUE:

- Quem fez tatuagem, piercing ou tratamento com acupuntura nos últimos 12 meses.

- Portadores de vírus da AIDS, HBV, HCV ou HTLV (caso você não seja doador e não sabia se é ou não portador de algum vírus mencionado, o Hemocentro faz os exames gratuitos e sob sigilo para você).

- Pessoas que já viveram situações sexuais de risco acrescido.

- Quem possui histórico de doença hematológica, cardíaca, renal, pulmonar hepática, ato imune, diabetes, hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramento anormal, convulsão após os dois anos de idade ou epilepsia, sífilis, doença de Chagas ou malária.

- Usuários de drogas.

- Medicamentos contra-indicados para doação de sangue.

- Anemia.

- Mulheres grávidas não poderão doar sangue.

INTERESSANTE VOCÊ SABER

- Adoção não traz risco à saúde.

- Todo material utilizado é descartável.

- Mulher em período menstrual pode doar, desde que não esteja sentindo cólicas, dor de cabeça ou com fluxo muito grande.

- Quem doa sangue uma vez não é obrigado a doar sempre.

- Doar sangue não afina e nem engrossa o sangue, não engorda e nem emagrece, não vicia e faz bem à consciência.

INTERVALO MÍNIMO PARA DOAÇÕES

- Homens – 60 dias e no máximo doar 4 vezes ao ano.

- Mulheres – 90 dias e no máximo doar 3 vezes ao ano.

Fonte: www.anvisa.gov.br

LOCAIS DE DOAÇÃO:

Alagoas – Hemocentro Alagoas – Rua Dr. Jorge Lima, 58 – Maceió – AL – Tel.: (82) 33152106 ou 33152107.

Pernambuco – Fundação hemope – Av. Rui Barbosa, 375 – Recife – PE – Tel.: (81) 33165430 ou 34216063, Fax: (81) 34215571 e Disk-Doação de Sangue: 0800 081 1535

Cubatão – Hospital Modelo – Av. Henry Borden, s/nº - Vila Santa Rosa – Tel.: (13) 3361-8510
3361-8786, 3361-8507, 3361-8511 e 3361-8561

*O conteúdo do texto é de responsabilidade do autor.

Fonte: página do Torquato no Recanto das Letras, Texto Ivete Depelegrim Ribeiro (acadêmica de comunicação social – Jornalismo), atualizações Roberto Facoro. Blog Criticando a mídia: http://criticandoamidia.blogspot.com/

2 comentários:

  1. valeu a distribuição de informações mano, fiquei feliz por se importares, creio que isto é uma espécie de brasilidade/solidário, que temos em nossos gens, parabens mano, e obrigadão de um alagoano

    ResponderExcluir
  2. Eu considero solidariedade como uma obrigação. lamento pelo ocorrido com essas pessoas de Alagoas. Agradeço pelo comentário.

    ResponderExcluir