12 de junho de 2012

Globo terá que contratar 150 jornalistas e radialistas



               Além de uma  multa de R$ 1 milhão, a Globo Comunicações e Participações S/A (Rede Globo) terá que contratar, no Rio de Janeiro, 150 jornalistas e radialistas para suas redações. Este é o  resultado de um acordo firmado entre a empresa e o Ministério Público do Trabalho (MPT), depois de uma investigação que identificou diversas irregularidades trabalhistas no maior veículo de comunicação do País. A Procuradoria do Trabalho da 1ª Região, após solicitar à Globo cópia do controle de frequência de empregados, encontrou casos de funcionários com expediente de mais de 19 horas e desrespeito ao intervalo mínimo entre expedientes (11 horas) e não concessão do repouso semanal remunerado. "Foi constatado excesso de jornada e que este excesso é habitual, e não extraordinário", explicou a procuradora Carina Bicalho, do Núcleo de Combate às Fraudes Trabalhistas. "Nos últimos cinco anos, esta foi a terceira vez que a emissora do Jardim Botânico teve constatadas irregularidades quanto a jornadas de trabalho. Com este acordo na Justiça, a Globo promove nos últimos meses a prática de novas escalas, garantindo folgas aos jornalistas e mais respeito aos intervalos interjornadas. Este ajuste de conduta chegou também no Infoglobo, que edita os impressos da família Marinho", informou o Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro.

Fonte: www.ojornalista.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário