10 de abril de 2011

SIP entrega documento contra obrigatoriedade do diploma para jornalista

              A SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa), entidade que reúne donos de 1.300 jornais das Américas, irá pedir ao Congresso brasileiro que não aprove a lei que torna obrigatório o diploma de jornalista para o exercício da profissão, informou a Folha de S.Paulo. O pedido está em um documento sobre liberdade de imprensa no Brasil, aprovado ontem, sábado (9), durante encontro do grupo que aconteceu em San Diego, na Califórnia nos EUA. A entidade patronal aproveitou para criticar o ex-presidente Lula, no trato com a mídia. A presidente Dilma foi elogiada. A SIP é uma organização sem fins lucrativos, da qual a Folha de S.Paulo e outros jornais brasileiros fazem parte.


Fonte: http://www.ojornalista.com.br/



Nenhum comentário:

Postar um comentário