3 de março de 2013

Água Fria – Tragédia na Serra


               A tragédia no Bairro da água Fria ocorrida na tarde de sexta-feira (22/02) depois de 2 horas de fortes chuvas que obrigou a abertura das comportas da Represa Billings, alagando o bairro de Cubatão que fica próximo a área de mananciais, situado no Parque Estadual da Serra do Mar causando uma grande comoção. Além da Água Fria outros bairros da cidade também sofreram com os alagamentos devido a grande quantidade de chuva, que acabou não dando a vazão necessária na rede de drenagem. Contudo a Água Fria foi a localidade mais atingida, onde mais de 1.000 pessoas ficaram desabrigadas.
            A comoção é geral ao ver famílias inteiras que perderam tudo alojadas no Ginásio de Esportes da cidade, sem saber para onde ir. Quem acompanhou a luta dessa comunidade para permanecer nas suas casa imagina a dor que muitos deles estão sentindo, ao se verem obrigados a abandonarem os seus lares da pior forma. O que dizer num momento de tanta tristeza, além de ter que conviver com a certeza de que tudo poderia ter sido evitado?
            A dor do vereador debutante, Ivan Hildebrando, presidente da Associação de moradores da Água Fria que tanto lutou para que a sua comunidade permanecesse, pois o bairro é mais antigo que o Parque Estadual onde se encontra. O momento agora é de ação no sentido de reconstruir a vida dessas pessoas que vivem num país, onde na sua Constituição consta que o salário mínimo tem que permitir que aquele que o recebe possa arcar com alimentação, vestuário, lazer e moradia entre outras coisas. Será que irão tentar alterar a Constituição, assim como tentam fazer com a Lei Orgânica local? Pois vivemos num país de leis, onde muitas não são obedecidas nem pelos próprios governantes assim como os legisladores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário