19 de março de 2011

O Inimigo mora ao lado

                O casamento entre PSB e PT em Cubatão rompeu de vez, como foi constatado nas declarações do vice-prefeito, Arlindo Fagundes. O desquite que já era notório terminou em divórcio com a ida de Fagundes para os quadros do PSDB, principal partido de oposição ao PT na esfera nacional e estadual. A composição política no alto escalão ficou no mínimo curiosa, pois temos uma prefeita petista com um vice tucano, o que com certeza vai dar muito pano pra manga e fez pegar fogo de vez a disputa eleitoral de 2012, pois o novo integrante do PSDB já se propôs a concorrer à vaga de prefeito municipal.

               Quem costuma pegar o bonde andando chegará à conclusão de que se trata de uma traição, porém os mais atentos já esperavam que isso ocorresse, devido ao pouco prestígio que vinha sendo dado ao PSB e seus membros que fazem parte da atual administração. O racha foi tão profundo que sobrou para o próprio PSB que perdeu o seu integrante mais importante e agora terá que resolver se continua apoiando o partido majoritário do atual governo ou comporá com outro grupo político e até mesmo lançar candidato próprio. Se a escolha for pela última opção, poderemos ter uma disputa entre o atual vice-prefeito contra o candidato do seu ex-partido e os demais postulantes ao Paço Piaçaguera. Ao povo cubatense só resta observar essa teoricamente administração petista-tucano, o que na teoria seria uma boa, pois respectivamente teriam as portas abertas dos governos federal e estadual. Mas todo cuidado é pouco, pois o inimigo mora ao lado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário